4 Tradições do Povo Francês

Aqui no Brasil, ouvimos falar sobre algumas tradições do povo francês. Assim como a tradição brasileira também tem fama mundo afora. Para entrarmos um pouco mais nesta cultura, vamos conhecer um pouquinho mais sobre as tais tradições francesas. E vamos começar logo pela mais famosa e mais polêmica de todas: francês toma banho? Prepara o biquinho e “on y va”!

O hábito de tomar banho

Obviamente, fracês toma banho. E como não poderia ser diferente, cada um tem frequências diferentes para entrar embaixo d’água. Mas para sairmos do achismo, vamos ver alguns dados concretos sobre esse assunto.

A BVA-Doméo-Presse Régionale realizou uma pesquisa sobre a frequência em que os franceses tomam banho. Dentre os entrevistados, 57% disseram tomar banho todos os dias, 24% tomam banham a cada dois dias, 11% a cada três dias e 8% com mais de três dias de intervalo. Dessa forma, 57% tomam banho todos os dias e 43% não tem esse hábito. E se fosse no Brasil? Será que o resultado seria muito diferente? Não sei, não.

Tradições do povo francêsQueijos e vinhos

Quer puxar assunto com um francês é só falar de vinho e queijo. Esses dois produtos estão enraizados em sua cultura. Nas refeições, sempre é possível beber um vinho e comer um queijo. Aliás, o vinho é bem-vindo mesmo nos almoços do expediente de trabalho. Não existe preconceito quanto a isso. Até mesmo nos cafés de bibliotecas dá para pedir uma taça de vinho.

Livros, livros e mais livros

E por falar em bibliotecas, a região metropolitana de Paris tem o maior número de bibliotecas do mundo, com 830 estabelecimento, na frente de Shanghai com 477, Londres com 383 e Tóquio com 377. Na França tem gente lendo em todo o lugar. Nos parques, praças, metrôs e cafés. E nos finais de semana, algumas bibliotecas ficam lotadas, sem lugar para sentar.

O nacionalismo

Antes dos Estados Unidos conquistarem a hegemonia mundial e se tornarem a nação mais importante do globo, esse posto era ocupado pela França, e não faz muito tempo. Os EUA assumiram as rédeas no pós-guerra, com a Guerra Fria. Dessa maneira, o idioma francês era hegemônico. Nas escolas brasileiras, ensinava-se francês na grade curricular (como hoje acontece com o inglês).

Por isso, essa tradição nacionalista ainda é muito forte na França, tanto que eles preferem e fazem questão de conversar em francês com os estrangeiros. Se você pedir muito educadamente (em francês), eles até topam falar em inglês. Basta começar com um bonjour, madame. Parlez-vous anglais? Eles ficam muito mais receptivos. E agora que você já conhece as tradições do povo francês, vai ficar ainda mais fácil de entender essa grande nação.