Regras Gramaticais em Espanhol

O espanhol é o terceiro idioma mais falado do mundo. Quase todos os países que fazem fronteira com o Brasil falam essa língua. Por isso, seja para fazer turismo ou para ter uma melhor oportunidade no mercado de trabalho, falar espanhol é muito importante para qualquer brasileiro. E para facilitar a sua vida, a Wizard fez um resumo das principais regras gramaticais em Espanhol.

E é muito comum que, na hora de tentar falar, os brasileiros caiam no famoso “portunhol”, o que não ajuda muito na comunicação. O ideal é conhecer mais a fundo o espanhol para poder se comunicar melhor. E para ajudar você nisso, a Wizard Curitiba separou as principais dúvidas que os brasileiros têm na hora de aprender a falar espanhol.

Existem palavras com “ss”?

Não se engane. Por mais que uma palavra em espanhol tenha um som forte no “s” e que lembre muito o nosso “ss”, esse fenômeno não existe no idioma. Veja só:

PassadoPasado
ProcessoProceso
ProfessorProfesor

Uso da letra “q” no espanhol

regras gramaticais em espanholQuando falamos “cuando” em espanhol, a pronúncia é muito parecida com o português, mas a escrita é diferente, como você pode perceber. E existem outras palavras que podem causar essa confusão. Fique atento:

QuantosCuantos
QuadricularCuadricular
QuarentaCuarenta
QuestãoCuestión
QuotaCuota

Palavras com final “n”

No português, são raras as palavras que terminam com a letra “n”, “hífen”, por exemplo. Entretanto, no espanhol, a regra é terminar em “n”. Perceba só:

TrabalhamTrabajan
NaçãoNación
MarromMarrón
TambémTambién
ComCon

Nem tudo é ditongo

Um dos maiores enganos cometidos pelos brasileiros que se arriscam no espanhol é “encaixar” um ditongo nas palavras em que ele não existe. Veja só como isso é comum:

Errado: Yo depiendo – Correto: Yo dependo
Errado: Yo piedo – Correto: Yo Pido
Errado: Octuebre – Correto: Octubre

Acentos “til” e “circunflexo”

Esqueça esses dois acentos na hora de escrever espanhol, eles simplesmente não existem. Veja só alguns exemplos:

CrônicaCrónica
TônicaTónica

Mas e no caso de “español”? Aqui existe o acento “til”, certo? Errado! “Ñ” é uma letra do alfabeto espanhol e não uma acentuação, como no português.

Como você acabou de perceber, existem várias regras gramaticais em espanhol que enganam facilmente os brasileiros desavisados. Então, para aprender espanhol de verdade e poder se comunicar bem nos países que falam essa língua, venha para a Wizard Curitiba. Agende hoje mesmo sua aula experimental de espanhol.