Dicas para tirar cidadania italiana

Dicas para tirar cidadania italiana

Dicas para tirar cidadania italiana - Blog Wizard CuritibaDurante algumas décadas, o Brasil recebeu uma grande onda de imigrantes vindos da Europa, a maioria fugindo da Segunda Guerra Mundial. Eles se estabeleceram principalmente na região sul e sudeste do país, onde o clima é mais ameno. E dentre todos os países europeus, aquele que teve a maior imigração para o Brasil foi a Itália.

Quem nunca conheceu alguma pessoa com sobrenomes como Rossi, Pelegrini, Barone, Guerra, Palmieri, Mancini, Serra, Sartori, Milani, Martinelli etc. Aliás, é bem provável que você que está lendo esse artigo tenha também um sobrenome italiano e está interessado em tirar sua cidadania. Nesse caso, a Wizard Curitiba vai te dar algumas dicas de como conseguir seu passaporte vermelhinho.

Eu tenho direito a cidadania?

Essa é a primeira coisa que você deve descobrir. Basicamente, a cidadania italiana é concedida pelo princípio jus sanguini (direito de sangue). Assim, basta ter algum ascendente de origem italiana para solicitar a nacionalidade italiana. Entretanto, nem sempre ser neto ou bisneto basta. Isso porque existe diferença se a transmissão é feita via materna ou paterna.

Na via paterna, todos os ascendentes diretos do lado italiano do requerente são do sexo masculino. Por exemplo: o bisavô, avô, pai, etc. Se esse é o seu caso, você tem direito. Já no caso da via materna, onde há uma mulher na linha de transmissão, esta mulher só poderá transmitir a cidadania para os filhos que nasceram após 01/01/1948.

Quais são os documentos necessários?

Para quem é filho de italiano, são necessários os seguintes documentos. Anota aí (ou dê um ctrl+c/ctrl+v).

– certidão de nascimento
– certidão de casamento
– certidão de óbito (caso ascendente tenha falecido)
– carteira de identidade original do pai ou mãe e requerente.

Já para quem é neto, bisneto ou trineto de italianos, esse são os documentos necessários

– certidão de nascimento
– certidão de casamento,
– certidão de óbito (caso o ascendente seja falecido)
– certidão de naturalização (caso exista) de todos os ascendentes da família

Quanto custa e quanto tempo leva?

Quem está interessado em ter cidadania italiano vai desembolsar aproximadamente R$ 5 mil com traduções e custos de cartório. E também vai ter que esperar entre 5 e 10 anos, uma vez que as filas do processo de cidadania não param aumentar.

Para quem não pode esperar muito e pode gastar um pouco mais, é possível viajar para a Itália e fazer o processo por lá. Nesse caso leva cerca de três meses e as despesas ficam perto de R$ 20 mil, considerando passagens e hospedagem.