Aprenda Mandarim (Chinês)

A cada dia que passa, o Mandarim está ficando mais importante e popular no mundo inteiro, e começa a existir a sensação de que se você não sabe Mandarim está ficando para trás. Afinal, a China emergiu de um longo período de estagnação e é uma das grandes potências do mundo de hoje. A economia chinesa é atualmente a segunda maior do mundo e continua a crescer mais que a dos outros países. Aprender a falar mandarim é uma ótima maneira de aproveitar essa enorme mudança econômica, e traz para você uma grande vantagem neste mundo dos negócios que está cada vez mais competitivo.

Confira as sedes e cursos da Wizard. #naçaobilingue

História do Mandarim

A escrita do mandarim pertence a um período arcaico e é constituída por ideogramas que atribuem significados distintos a cada uma das palavras. Os textos conhecidos mais antigos datam do século IV a.C.

É muito interessante notar que a estrutura destes textos, bem como a maioria dos símbolos, permanece inalterada na língua atual. Ao contrário da maioria dos idiomas escritos, o chinês é constituído por ideogramas e não é uma língua fonética. E isso traz algumas situações interessantes. Por exemplo, para se ler um jornal é necessário conhecer de dois a três mil ideogramas e um dicionário contém mais de 40 mil caracteres ordenados de maneira fonética.

No ano de 1892, dois americanos transcreveram para o alfabeto romano as palavras chinesas. O método de transcrição seguiu o sistema fonético, aplicado à escrita, chamado de romanização Wade-Giles. Pouco mais de cinquenta anos depois, a China organizou outro sistema de romanização da escrita e estabeleceu 58 símbolos, conhecidos como pinyin (escrita ortográfica).

Metodologia

Na Wizard Curitiba, o mandarim é ensinado de maneira esquemática, dinâmica e interativa. Afinal, trata-se de um idioma não-ocidental, que tem uma lógica e uma maneira de estruturar as ideias completamente diferentes daquela das línguas ocidentais, oriundas do latim. Só dessa maneira o aluno terá um aprendizado efetivo e duradouro. Conheça um pouco melhor como funciona a dinâmica das aulas de mandarim na Wizard Curitiba.

O aluno aprende novos conteúdos gramaticais e de vocabulário.

Hora de por em prática (oral) todo conteúdo aprendido nas lições ímpares.

Fixar para não esquecer. Esse é o objetivo das revisões que ocorrem regularmente.

A culinária chinesa é um tanto exótica para nós do ocidente. E ela será o ponto de partida para que os alunos aprendam um pouco mais do vocabulário mandarim e da culinária, com aulas ministradas na língua chinesa.

A cultura chinesa também servirá de subsídio para atividades e exercícios em sala de aula.

A partir do livro CHI 3, os alunos darão início a prática de escrita dos ideogramas chineses. Essa é uma atividade importante não apenas para a produção de textos, mas também para a leitura dos mesmos.

Modalidades

Na Wizard Curitiba, nosso objetivo é que o aluno aprenda um idioma de maneira agradável e eficiente. Por isso, a escola criou modalidades que se adaptam ao perfil de cada pessoa para que todos consigam dominar o idioma. Conheça as modalidades oferecidas e descubra qual é a melhor opção para o seu estilo de vida.

Nessa modalidade, o aluno ingressa nos períodos do ano em que há janelas de matrícula, escolhe dias e horários fixos e tem aulas em turma na sala com o professor do módulo. É uma ótima opção para quem consegue encaixar um horário fixo na agenda da semana.

A falta de tempo não é um motivo para deixar de aprender um idioma. Na modalidade VIP, você pode começar o curso em qualquer época do ano e a ainda escolhe onde e quando deseja receber as aulas, que são dadas por um professor particular.

Material didático

Para o estudar mandarim na Wizard Curitiba são utilizados quatro livros didáticos que servirão com uma indispensável ferramenta para o aprendizado do idioma. Os materiais possuem um conteúdo planejado para que o aluno tenha um processo eficiente e natural para o domínio da língua chinesa.

O curso disponibiliza um livro anual com WIZPEN que será estudado durante 1 ano e mais três livros  semestrais que serão estudados durante 1 ano e meio.

Esse livro tem o objetivo de apresentar ao aluno o mandarim básico, onde vai aprender as noções básicas do idioma e começar a dizer suas primeiras frases e expressões que vão ajudar a se comunicar em mandarim, sem que ainda seja fluente.

No livro CHINÊS 3, o aluno está preparado para desenvolver as habilidades de compreensão de texto e vai estar praticando a conversação.

Iniciando o CHINÊS 4, o aluno passa a ter exercícios de escrita dos ideogramas, uma fase fundamental para a compreensão e produção de textos.

Nesse livro é hora de revisar os últimos detalhes para tornar-se fluente no mandarim, tornando-se capaz de conversar e compreender o idioma sem grandes dificuldades.

Países onde você pode treinar seu chinês:

China, Birmânia, Camboja, Filipinas, Indonésia, Malásia, Singapura, Tailândia e Taiwan.

Exame de proficiência

HSK

HSK – é um exame padronizado internacionalmente que testa o nível de proficiência na língua chinesa. Ele avalia habilidades do estrangeiro de utilizar a língua no dia a dia, em temas acadêmicos e profissionais. O HSK consiste em seis níveis, o HSK (nível I), HSK (nível II), HSK (nível III), HSK (nível IV), HSK (nível V), e HSK (nível VI).

Faça parte da #nacaobilingue.Mandarim

nome

telefone

e-mail

Unidade de Interesse