Como diferenciar sotaques diferentes em alemão?

sotaques alemão

Cada idioma tem suas peculiaridades de dialeto. Do mesmo modo que o espanhol não soa igual no México e em Madri, o português de Portugal não é o mesmo que o do Brasil, o mesmo acontece com a língua de Goethe e é algo que você percebe quando aprende alemão: o que você fala não soa o mesmo em Berlim como em Viena, ou em Hamburgo como em Zurique.

O alemão tem um padrão que foi usado como idioma escrito, mas que no passado não era falado em quase nenhum lugar. É conhecido como “alto alemão” ou “alemão padrão”, usado em todos os livros de ensino de alemão. Na Wizard Curitiba, por exemplo, os materiais usados ​​em nossos cursos de alemão seguem esse padrão de idioma, mas cada um de nossos professores tem um sotaque, o que enriquece ainda mais nossas aulas de alemão.

Essa variedade, o “alemão padrão”, é conhecida como a mais neutra de todos os sotaques existentes e a usada como base na televisão alemã de maneira semelhante ao que é conhecido em inglês como RP, “pronúncia recebida” .

Alemão da Baviera

Outro sotaque alemão difundido é o da Baviera, o qual é muito difícil de entender até mesmo pelos falantes nativos de alto alemão. A Baviera é uma terra com uma forte identidade regional e seu modo de falar é diferente do resto da Alemanha e reflete essas particularidades. Assim, no caso da Baviera, somos confrontados com um sotaque diferente, mas também com um vocabulário diferente e até uma gramática estrangeira para o falante alemão padrão. Portanto, se você quiser aprender alemão padrão, deixe Viena e Munique – cidades onde essa variedade é falada – para quando você tiver mais avançado.

Alemão de Berlim

O sotaque de Berlim, chamado “Berlinerisch”, também é muito característico, embora seja muito mais fácil pronunciar e entender para quem fala alemão padrão. Portanto, se seu objetivo é aprender alemão e você quiser ir um pouco além do alemão padrão, poderá descobrir esse sotaque, caracterizado por pronunciar “G” como “J”, “EI” como “E”, “AU” como “O” e o pronome “I” Não é “Ich”, mas “Icke” .

O alemão de Frankfurt

Frankfurt é o berço de outra variedade de alemão, conhecido como o sotaque Hessisch (de Hessen) é próprio da cidade. Aprender alemão com sotaque de Frankfurt não é muito difícil, pois, como em Berlim, existem diferenças em relação ao alemão padrão, mas elas não são tão grandes quanto se pode pensar a princípio. Como identificá-lo? Muito fácil, é um dialeto caracterizado por consoantes mais suaves do que as do restante do domínio lingüístico alemão.

O alemão suíço

Finalmente, uma menção a parte merece o alemão suíço conhecido como “schweizerdeutsch”. Apesar de ser diferente, possui semelhanças com o alemão da Baviera, como os ditongos e possui um sistema de vogais um pouco diferente. É verdade que aprender alemão pode ser difícil, mas o bom de aprender esse idioma é que, apesar das diferenças, praticamente todos os falantes de alemão, onde quer que estejam, compreendem perfeitamente o alto alemão ou alemão padrão que aprendemos.