Aprender espanhol é aprender a língua mais feliz do mundo

aprender espanhol

Venha para a Wizard Curitiba aprender não apenas uma das línguas mais importantes do planeta, como também a língua mais feliz do mundo, de acordo com um estudo recente de pesquisadores e filólogos. Calma que a Wizard Curitiba vai explicar direitinho essa história.

Quanta felicidade é aprender espanhol. E não é porque, por si só, aprender um novo idioma esteja aprendendo uma arma poderosa para se comunicar, trabalhar ou viajar, entre outras vantagens, mas também porque aprender espanhol é aprender felicidade.

O espanhol é, sem dúvida, o idioma mais considerado no mundo e o mais feliz. Esta é uma conclusão que foi alcançada por um grupo de pesquisadores da Austrália e dos EUA e que eles estudaram várias línguas, incluindo o espanhol. Eles avaliaram 100.000 palavras de diferentes idiomas e, em primeiro plano, levaram em conta uma questão de importância especial no que diz respeito à comunicação: a das emoções.

Não há dúvida de que, ao conversar com uma pessoa, podemos transmitir mil e uma emoções, da tranquilidade, à euforia, tristeza, raiva, alegria. De fato, as emoções desempenham um papel relevante e, nesse sentido, existem línguas que podem ser mais ou menos positivas ou felizes que os outros.

Para concluir que o espanhol é a língua mais feliz do mundo, a teoria da década de 1960, chamada de ” Hipótese de Pollyana “, foi levada em consideração.”, onde foi estudada a existência de um viés para o lado positivo na comunicação entre as pessoas e onde o espanhol tem sido o idioma vencedor em termos do grau de positividade em suas palavras.

Para isso, foram levados em conta livros do Google Livros, publicações em redes sociais, letras de músicas e notícias na mídia. E concluíram que em espanhol é onde prevalecem as palavras mais alegres. A disputa foi acirrada com outros como inglês ou italiano, mas o espanhol venceu.

Também foi realizada uma macro-pesquisa com pessoas que decidiram aprender espanhol, além de outras línguas, e uma coisa também ficou clara: os estudantes de espanhol se consideravam os mais felizes dos que estavam aprendendo um idioma.

E, finalmente, esses pesquisadores localizaram cerca de 10.000 textos ​​em cada um dos idiomas, pontuando-os em uma escala de 1 a 9 com base no otimismo que refletiram. Em todas as línguas, foi encontrada uma tendência positiva, mas foi na língua espanhola que a taxa mais alta foi identificada. No polo oposto, coreano e chinês.

E aí? Quer aprender a língua mais feliz do mundo? Então venha para a Wizard Curitiba e faça uma aula experimental gratuita.